UBRAPI apoia integralmente à ABRAJI

Repudiamos em todos os níveis à ameaça de Renato Gaúcho contra os Profissionais de Imprensa.

A União Brasileira de Profissionais de Imprensa (UBRAPI), através de seu Secretário Executivo o jornalista Léo Vilhena, apoia integralmente a Nota de Repúdio da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) que publicou em seu site um ofício enviado à direção do Grêmio nesta sexta-feira (30), onde neste documento, a Abraji pede explicações ao clube após as ameaças do técnico Renato Portaluppi a jornalistas.

O episódio ocorreu na última quinta-feira, quando o Grêmio perdeu por 4 a 2 para o Flamengo, na Arena, pelo Brasileirão. Após o jogo, Renato concedeu entrevista coletiva e ameaçou entregar nomes de jornalistas à torcida do Grêmio, caso as cobranças ao time sigam no tom que julga injusto. E disse ter o respaldo do presidente Romildo Bolzan Jr.

– Não tenho medo de nenhum de vocês. Vou dar o nome, deixar vocês mais famosos. Depois se acertem, se entendam com a torcida do Grêmio. Na próxima entrevista, vou dar os nomes. É só falar mais besteira que tenho autorização do presidente – disse o treinador.

Por conta dessa e de mais manifestações do técnico, a Abraji emitiu uma nota cobrando o clube pelas declarações. O presidente da associação Marcelo Träsel afirmou que as falas de Renato são um assédio à imprensa. O Secretário Executivo da UBRAPI Léo Vilhena afirmou que a ameaça do técnico Renato Gaúcho é um potencial incentivo à uma agressão física contra os Profissionais de Imprensa, pois revoltados com a derrota para o Flamengo, e inflados por declarações inflamadas, os torcedores podem agredir pais de família que estão desempenhando o seu trabalho.

 


VENHA PARA
A MELHOR
ASSOCIAÇÃO DE
PROFISSIONAIS DE IMPRENSA


Siga a UBRAPI no Twitter