Jornalista que publicou crônica sobre escolha de vacinas morre de Covid-19

O jornalista, professor, escritor, historiador e psicólogo Marcus Vinicius Batista morreu aos 46 anos em Santos, no litoral paulista, na última quarta-feira (14), em decorrência de complicações causadas pela Covid-19. Marcão, como era conhecido, havia publicado, dias antes de morrer, uma crônica chamada ‘O especialista’, que fazia uma crítica a quem tentava escolher a fabricante da vacina contra a doença.

Marcão estava internado no Hospital São Lucas devido a uma cirurgia no pé, que realizou como consequência de uma infecção causada pela diabetes. Durante a internação, ele acabou testando positivo para o novo coronavírus e passou a fazer um tratamento intensivo para tentar se recuperar da doença.

O jornalista começou a carreira em 1993, na Rádio Atlântica. Naquele mesmo ano, começou a trabalhar na TV Mar, onde exerceu as funções de produtor, pauteiro, editor de textos e chefe de reportagem. Em 1997, Marcus Vinicius passou a trabalhar como chefe de reportagem na TV Tribuna, afiliada da Rede Globo, onde atuou até 2000. Em 2003, trabalhou novamente na TV Mar.

Além disso, o profissional também foi correspondente no Jornal Folha de S. Paulo. Mas, a partir de 2003, passou a exercer função acadêmica como professor, e deu aulas nos cursos de comunicação das universidades Católica de Santos (UniSantos), Unisanta e São Judas.

Muito conhecido e querido por profissionais com quem trabalhou e alunos, a morte dele gerou comoção, e diversas pessoas o homenagearam nas redes sociais. Ele deixa dois filhos.

Marcus Vinicius Batista também tinha uma editora e escreveu quatro livros. Há dois anos, o profissional passou, ainda, a escrever crônicas para a AT Revista. Em sua última publicação, o jornalista falou sobre a importância da vacina contra a Covid-19, sob o exemplo de uma pessoa que queria escolher a marca do imunizante ao chegar sua vez de ser vacinado. Leia abaixo o texto na íntegra, intitulado “O especialista”:

G1 Santos, O Globo


VENHA PARA
A MELHOR 
ASSOCIAÇÃO DE
PROFISSIONAIS DE IMPRENSA


Siga a UBRAPI no Twitter